Cocito

Nascido em Bebedouro (SP), em 24/08/1977, Thiago Marcelo Silveira Cocito, o gladiador Cocito, O volante chegou a ser um dos símbolos do Atlético/PR no início da década, defendendo o Furacão de 1998 a 2002, conquistando três títulos estaduais e o Campeonato Brasileiro de 2001.
No entanto, apesar da raça e do bom futebol, sua carreira será lembrada como o volante que fez Kaká chorar em campo.
Dono da segunda melhor campanha daquele ano, atrás apenas atrás do São Caetano, o Furacão jogava por um simples empate diante do São Paulo, na Arena da Baixada, para avançar.
Apesar de seu time vencer por 2 a 1, Cocito caçou Kaká durante todo o jogo até que o tirou de campo às lágrimas depois de uma entrada por trás.
Era o começo do fim da carreira do promissor volante revelado pelo Botafogo, de Ribeirão Preto e que a partir dali levou consigo para sempre o apelido de Coicito.
Cocito chegou ao Avaí em 2008. Sua contratação foi um pedido do técnico Silas, que o conheceu no Fortaleza. No entanto, amargou a reserva e não chegou a conquistar a titularidade devido às antigas lesões que o incomodavam.Aliás, essas lesões o afastaram do futebol. No ano passado, quando defendia a equipe do Vila Nova, o jogador rescindiu o contrato com o time devido a uma séria lesão no joelho.

Terminava assim, aos 33 anos, a carreira de um volante de raça e talento, infelizmente marcado para sempre por um lance infeliz contra Kaká.Atualmente Cocito defende o time de showbol do Corinthians (SP).

Ficha do Jogador:

1996-1997 – Botafogo-SP
1998-2002 – Atlético-PR
2003 – Corinthians-SP
2004 – Grêmio-RS
2005-2006 – Tenerife – Espanha
2006-2007 – Real Murcia – Espanha
2007-2008 – Fortaleza-CE
2008-2009 – Avaí
2009-2009 – Boavista-RJ
2009 – Vila Nova-GO